Como Investir Na Bolsa De Valores Para Diversificar A Carteira

Como Investir Na Bolsa De Valores Para Diversificar A Carteira

Em meio ao cenário de juros baixos, a diversificação da carteira com parte do dinheiro alocado em renda variável tem sido comum entre os investidores. Mas, para quem está iniciando neste mercado surge a dúvida: como investir na bolsa de valores?

Quer saber mais sobre esse assunto? Continue lendo o artigo!

Quais são as formas de investir na bolsa de valores?

Para quem deseja saber como investir na bolsa de valores, é importante ressaltar que existem três formas principais de investimento, são elas:

Compra e venda direta de ações

Na compra e venda direta de ações, o investidor administra sua própria carteira de investimentos, fazendo o que chamamos de stock picking, termo em inglês para a prática dessa seleção de empresas. Embora a opção possa ser mais rentável, pois existem algumas vantagens fiscais e de taxas, ela exige um grande acompanhamento, estudo  e esforço do investidor, para evitar que haja perdas de dinheiro.

Compra de ETFs

Os ETFs (Exchange Traded Funds) são aplicações que mesclam características de ações e  fundos de investimentos. Ele também pode ser chamado de fundo de índice.

Para aplicações em ETFs, é necessário que o investidor tenha conta em uma corretora de valores. As cotas desses fundos são negociadas na bolsa, sendo possível sua compra.

Fundo de Investimentos em Ações (FIA)

Os chamados FIA, são a forma mais tradicional de investir na bolsa. Por meio deles, é possível aplicar seu dinheiro em ações utilizando fundos de investimento.

Esse tipo de fundo conta com um gestor, que é responsável pela tomada de decisões de compra e venda de ações, a fim de obter os melhores ganhos. O resultado das aplicações, seja positivo ou negativo, é compartilhado entre todas as pessoas que investiram em um fundo específico.

Como investir na bolsa de valores para diversificar os investimentos?

Para quem deseja saber como investir na bolsa de valores para diversificar sua carteira de investimentos, existem alguns pontos que devem ser levados em consideração. São eles:

Diversifique, mas não pulverize

Diversificação significa criar uma carteira eficiente. Isso não significa que seu dinheiro deve ser pulverizado, pois, com isso, um investimento pode anular o outro e, no fim, não ser rentável. Então, vale a regra de “menos é mais”.

Diversificar é trazer eficiência diminuindo o risco sistêmico e buscando dar a condição de gerar retorno em diversas situações diferentes.

Então, procure escolher entre, em média, quatro setores diferentes e, também, considere alguns investimentos atrelados à variação de dólar.

 Invista em setores distintos

Escolher ações de apenas um setor pode representar um grande risco, já que, caso ocorra algum imprevisto naquela área específica, todas as ações irão cair ao mesmo tempo.

Escolher setores diferentes auxilia na neutralização de risco e na obtenção de ganhos de uma maneira diversa.

Conte com uma assessoria de investimentos

Uma assessoria de investimentos, como é o caso da Guelt, irá auxiliar em toda análise para escolha das melhores opções de diversificação da sua carteira, de acordo com seu perfil de investimento e objetivos, além de minimizar os riscos, já que os assessores são especialistas no mercado financeiro e o acompanham constantemente.

Gostou de saber como investir na bolsa de valores? Confira também o artigo o artigo com o passo a passo para começar a investir na Bolsa de Valores.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro