Conheça Agora Os Principais Tipos De Fundos De Investimento

Conheça Agora Os Principais Tipos De Fundos De Investimento

Segundo a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os brasileiros têm quase R$5 trilhões aplicados em diversos tipos de fundos de investimento.

Em um cenário de juros muito baixos, quem investiu apenas em renda fixa perdeu poder de compra. Por esse motivo, diversificar a carteira é essencial e, com um fundo, você pode ter acesso a vários ativos em um único portfólio.

O que são fundos de investimentos

Fundos são uma modalidade de investimento coletiva, no qual todos os cotistas aplicam nos mesmos ativos, que podem ser:

  • ações;
  • títulos públicos;
  • papéis de renda fixa emitidos por empresas e moedas;
  • entre outros.

Os valores de ganhos ou perdas são calculados de forma proporcional, de acordo com a quantidade investida. Além disso, quem decide onde aplicar o patrimônio do fundo é o gestor.

Este, é remunerado pelos cotistas por meio da taxa de administração e, em alguns casos, taxa de performance ao investir no fundo.

Principais Tipos De Fundos De Investimento

Entre os principais tipos de fundos de investimentos que podemos destacar estão:

Fundos de Private Equity

O fundo de Private Equity surgiu nos EUA por volta dos anos 1980 e, desde então, vem crescendo cada vez mais.

Eles são fundos de ações que investem maioritariamente em empresas de capital fechado, que não são listadas em nenhuma bolsa. Normalmente, esse fundo é voltado para um perfil de investidor mais agressivo.

O papel de um fundo de Private Equity é receber investimentos de cotistas e comprar participações em empresas com grande potencial de crescimento.

No Brasil, por enquanto, este tipo de investimento é voltado apenas para investidores qualificados e investidores profissionais.

Fundos de Renda Fixa

São investimentos em títulos de renda fixa, públicos e privados, como CDBs, debêntures, papéis do Tesouro Direto, Letras de Crédito Agrícola (LCAs) e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs).

Tais fundos costumam adotar como referência de rentabilidade a taxa do CDI.

Fundos Internacionais

Com os juros no Brasil em patamares tão baixos, os investidores têm migrado para diferentes ativos, geralmente com maior risco, para buscarem maior retorno.

O ano de 2020 foi marcado por uma grande procura de investidores por fundos internacionais. Então, diversificar a carteira apostando no mercado exterior é essencial no cenário atual.

E esses investimentos não precisam ser feitos apenas em fundos dos Estados Unidos. A China, por exemplo, possui a expectativa de superar o mercado americano até 2050, devido a uma onda de crescimento constante que tem apresentado. Então, investir no mercado asiático também pode ser uma boa estratégia.

Fundos Multimercado

Um fundo multimercado é uma categoria de fundo de investimento que visa mesclar aplicações de vários mercados, como renda fixa, ações, câmbio, entre outros.

As escolhas de investimentos nesse fundo não precisam seguir uma estratégia pré-definida. Ou seja, o gestor do fundo pode adotar diferentes técnicas ao optar pelos ativos.

Gostou de conhecer os principais tipos de fundos de investimentos? Continue no blog da Guelt Investimentos para mais conteúdos sobre o mercado financeiro.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro