Quer Começar A Investir Na Bolsa Aprenda Os Passos Para Não Errar

Quer Começar A Investir Na Bolsa? Aprenda Os Passos Para Não Errar

O número de pessoas cadastrados na B3, a bolsa de valores brasileira, cresceu 92,1% em 2020, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com a Valor Investe. Esse aumento de pessoas que desejam investir na bolsa se dá, principalmente, por conta dos consecutivos cortes na taxa Selic, que tornaram a renda fixa menos atrativa.

Para quem deseja começar a investir em renda variável, é necessário avaliar alguns pontos para evitar perdas. Confira no artigo!

Como começar a investir na bolsa?

Embora tenha havido um grande crescimento no número de pessoas cadastradas na B3, atualmente, apenas 3% da população brasileira investe em ações. Um grande fator que impacta nesse número é que o mercado brasileiro ainda não é muito familiarizado com a renda variável.

Para quem deseja investir na bolsa, é necessário seguir os seguintes passos:

1. Análise do perfil de investidor

Saber qual a sua tolerância a riscos é o primeiro passo para qualquer investimento. É importante ter em mente que a bolsa de valores é um ambiente que conta com oscilações e volatilidade.

2. Tenha uma carteira diversificada

Como falado, a bolsa é valores é um ambiente de risco. Por isso, não é recomendado que todo dinheiro seja aplicado em renda variável, mas apenas uma parcela.

O ideal para qualquer tipo de investimento é diversificar a carteira, a fim de proteger o patrimônio e otimizar os ganhos. Para a melhor estratégia de diversificação de carteira, de acordo com os objetivos de cada investidor, o ideal é contar com uma assessoria de investimentos, como a Guelt, para direcionar e avaliar as melhores estratégias.

3. Disposição para o longo prazo

Existem diversas estratégias para investir em ações. Porém, com os investimentos pensados para o longo prazo, é possível evitar decisões tomadas por impulso, principalmente em momentos de oscilação das ações, que podem gerar a perda de dinheiro.

Além disso, se houver alguma perda, o investimento de longo prazo possibilita sua recuperação gradual.

4. Analise quais são as melhores ações

Para que seja feito um investimento efetivo, é possível contar com duas análises que auxiliarão na identificação das melhores ações, são elas:

Análise Técnica

A Análise Técnica diz respeito ao estudo da dinâmica do mercado, feito de acordo com os sinais que ele mesmo emite.

A melhor forma de analisar estes sinais é ver a movimentação do preço ao longo do tempo por meio de gráficos.

Tal análise considera alguns pontos, como:

  • os fatores externos já estão embutidos na última cotação das ações;
  • os preços se movimentam em tendência;
  • o futuro repete o passado.

 Análise Fundamentalista

Tal análise é usada para determinar o potencial de uma ação, ou seja, o seu “preço justo”. Para isso, são feitos estudos que avaliam:

  • projeção de lucro das empresas;
  • endividamento do negócio;
  • retorno esperado das ações;
  • variáveis macroeconômicas e setoriais que podem impactar o negócio.

5. Contar com uma assessoria de investimentos

Ao contar com o apoio de uma assessoria de investimentos, é possível ter a segurança da análise de profissionais capacitados e com experiência de mercado, que estão sempre acompanhando as novidades do setor.

Dessa forma, é possível ganhar tempo, já que as análises e acompanhamentos serão feitas pelos profissionais, além de otimizar a possibilidade de ganhos, pois as decisões passam a ser tomadas com base em informações confiáveis.

Gostou de saber como investir na bolsa? Confira também o artigo sobre os melhores investimentos para 2021.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro