Com a Reforma da Previdência, Vale a Pena Ter Uma Previdência Privada

Com a Reforma da Previdência, Vale a Pena Ter Uma Previdência Privada?

A reforma da previdência atualizou as regras com relação ao sistema previdenciário atual. O projeto foi amplamente discutido em 2019 e as regras começaram a valer no ano de 2020.

Entre as mudanças está o avanço da idade necessária para se aposentar. Dessa forma, é preciso se planejar para o futuro, já que a população também está vivendo mais. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a expectativa de vida aumentou em nove anos.

Então, é preciso sempre se questionar: você está preparado financeiramente para viver até os 100 anos?

Como a reforma da previdência impacta nos investimentos?

Com a mudança das regras impostas na reforma da previdência, a aposentadoria por idade mínima foi estendida, além de não ser mais possível se aposentar apenas pelo tempo de contribuição.

Isso causa um impacto no momento do investimento, pois é preciso pensar também no futuro na hora de investir. Para manter o padrão e estilo de vida na aposentadoria, é necessário se preparar e investir em uma previdência privada.

Quais as vantagens da previdência privada?

Muitas vezes, podemos pensar na aposentadoria como algo muito distante. Porém, se planejada, evitará futuros rombos financeiros ou prejuízos aos sucessores. Quanto antes você se planejar, mais confortável será quando chegar a hora de se aposentar de fato.

Para quem optar por esse planejamento antecipado, a previdência privada possui algumas vantagens tributárias e, além disso, tem passado por certas mudanças que permitem uma maior flexibilidade para os gestores do fundo e, com isso, possibilita maiores rendimentos.

Quer saber quais são as vantagens? Confira!

 Imposto de Renda

A tributação da previdência privada pode ser uma das principais vantagens. Atualmente, existem dois modelos disponíveis, são eles:

PGBL (Plano Gerador De Benefício Livre)

A tributação é feita sobre valor total aplicado e pode abater até 12% da sua renda bruta sujeita ao imposto de renda.

Para que isso seja possível, é preciso fazer a declaração no modelo completo.

 VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)

Indicado para quem faz declaração simplificada ou não declara imposto de renda. Nessa modalidade, a vantagem tributária se dá pois os descontos de imposto de renda se concentram sobre os rendimentos, e não sobre o valor total investido.

Benefícios fiscais

A previdência privada, diferente de outras modalidades de investimento, como determinados fundos, renda fixa e multimercado, por exemplo, tem a vantagem de não contar com o conhecido “come-cotas”.

Esse termo se refere a antecipação semestral no recolhimento do Imposto de Renda, ou seja, o IR é descontado a cada semestre no formato de cotas, mesmo que você não tenha resgatado o seu dinheiro

 Sucessão patrimonial

A previdência privada possui o benefício de não entrar para o inventário, este poderá ser passado adiante para futuros herdeiros ou beneficiários indicados na contratação dos planos.

Portabilidade

Caso você possua um plano de previdência privada e não esteja satisfeito com os resultados financeiros, você pode migrar para um plano de outro banco ou seguradora, sem custos adicionais. Ao fazer a portabilidade, não é necessário pagar imposto de renda nem resgatar o dinheiro aplicado.

Com essas informações, é possível ter maior clareza sobre como a reforma da previdência pode impactar no momento das escolhas dos investimentos. Quer saber mais sobre onde investir seu dinheiro? Confira os melhores investimentos para 2021!

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro