Investir em Ações

Investir em Ações – 4 Dicas Para Começar Da Forma Certa!

O mundo dos investimentos começa por uma  poupança ou pela busca das melhores aplicações financeiras. No entanto, é necessário bastante cautela e pesquisa para entender qual é a melhor forma de investir em ações e entrar no mercado financeiro com o pé direito.

Ao comprar ações, o chamado “investidor” passa a ser um acionista minoritário daquela determinada aplicação. Investir em ações é muito atrativo pelos ganhos que pode oferecer e pela facilidade em fazer tudo de forma online e sem burocracia.

Confira neste artigo, algumas dicas que separamos para você começar na forma certa!

 4 dicas para começar a investir em ações da forma certa!

É no momento de começar a investir em ações que diversas dúvidas podem permear a sua cabeça. Qual o melhor tipo de aplicação? Como começar? Onde encontrar? Quais os riscos e o retorno que isso pode me trazer?

Para te ajudar a entender melhor e começar da maneira certa, reunimos quatro dicas abaixo. Acompanhe:

 1. Identifique o seu tipo de perfil investidor 

Antes de começar os trabalhos e investir em ações é necessário identificar o seu tipo de perfil investidor. Caso você não tenha o perfil ideal para determinadas aplicações, não suportará as oscilações cotidianas do mercado acionário.

Existem três tipos de perfis. São eles:

  • perfil conservador – a principal característica desse perfil é possuir uma maior aversão aos riscos, logo, prefere as aplicações com mais segurança;
  • perfil arrojado – é aquele mais agressivo e disposto a correr os perigos de um investimento com grandes riscos para ter maior rentabilidade e podendo até perder parte de seu patrimônio com isso;
  • perfil moderado – esse tipo de perfil aceita certo grau de aversão, optando por investimentos de risco médio em suas aplicações.

2. Diversifique os seus investimentos

Outra dica muito importante para quem vai começar a investir é sempre lembrar que  existem diversas aplicações disponíveis e não há nada de errado em investir em diferentes segmentos.

É importante balancear a sua carteira de investimentos para não se preocupar com futuras quedas no mercado ou compensações futuras.

3. Evite empresas com prejuízos financeiros 

Essa dica parece óbvia, porém, é fundamental trazê-la.  Pesquise sobre as aplicações que você está prestes a fazer e assim, evite que seu dinheiro seja investido em algo que não terá nenhum tipo de retorno.

Lembre-se de se questionar se faz sentido investir em empresas ou ações que estão fechando no negativo por muitos anos seguidos. Existem duas possibilidades:

  1. a aplicação está em constante expansão e foram necessários empréstimos, etc;
  2. não é uma boa aplicação pois a empresa não possui um planejamento financeiro.

4. Confie na sua consultoria especializada 

Outro ponto crucial quando se está considerando investir em ações, é escolher uma consultoria especializada no assunto e confiar de olhos fechados no trabalho dela. 

Essas empresas contam com uma equipe de especialistas para assessorar financeiramente os investidores e fornecem periodicamente relatórios de empresas e análises de mercado com informações fundamentais.

A Guelt Investimentos, por exemplo, é um escritório autônomo com estratégias de portfólios exclusivos e produtos diferenciados, atendimento personalizado e assessores com experiência no mercado!

Confira todos os produtos para qualquer tipo de perfil investidor da Guelt e comece as suas aplicações da forma certa!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro