investimento

Investimento — Entenda Tudo Sobre o Curto, Médio e Longo Prazo

Um dos pontos mais básicos para quem quer entender sobre investimento é saber o que significa curto, médio e longo prazo. Afinal, sem uma referência é difícil compreender quanto tempo é necessário esperar para ver o seu retorno.

Continue lendo para descobrir como categorizar seus investimentos de acordo com o prazo para poder fazer o resgate e para qual finalidade cada um deles é recomendado!

O que são os prazos de investimento?

Grande parte dos investimentos funcionam da seguinte forma: você faz uma aplicação e deixa rendendo a uma taxa de juros variável ou fixa, dependendo das condições do seu ativo. Porém, eles contam com um vencimento para poder fazer o resgate, o que é chamado de liquidez.

Embora alguns permitam a retirada antecipada, ao fazer isso você estará perdendo todo o potencial de rentabilidade. 

Por conta disso, é preciso ter claro qual é a data de vencimento do seu investimento e para quem cada um deles é recomendado. 

A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) separou em três categorias. Veja só os conceitos de curto, médio e longo prazo!

Curto prazo

Essa é a nomenclatura dada para um investimento cujo vencimento é em até dois anos. Aqui, recomenda-se buscar ativos de baixo risco e que possam gerar alta liquidez.

Ele é indicado para quem tem objetivos que estão mais próximos, em geral relacionados a algum desejo específico. Por exemplo: fazer uma viagem, uma festa, entre outras coisas.

Médio prazo

Considera-se médio prazo aqueles investimentos que têm vencimento entre três e 10 anos após a aplicação. Nesse caso, vale a pena avaliar questões como a rentabilidade, já que o resgate imediato não é uma possibilidade.

Ele está relacionado a planos que ficam mais no futuro — por exemplo: pagar a faculdade dos filhos que ainda são crianças ou pré-adolescentes.

Longo prazo

Por fim, o longo prazo é um investimento cujo retorno acontece em um período superior a 10 anos. A rentabilidade é um aspecto importante e, dependendo do perfil do investidor, também é interessante escolher um de maior risco. O principal objetivo dele é pensar em uma aposentadoria e viver de renda, por exemplo. 

Depois de conhecer melhor a definição de curto, médio e longo prazo de investimento, leia também sobre como começar a investir na Bolsa de Valores!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Matérias relacionadas

FALE COM UM ASSESSOR

Cadastre-se e comece agora a construção do seu futuro